domingo, 10 de janeiro de 2010

HINAULT, Bernard (França, Ciclismo)


Bernard Hinault, nascido a 14 de Novembro de 1954, em Yiffiniac (Bretanha), foi um dos maiores ciclistas franceses de todos os tempos e um dos melhores corredores mundiais do século XX.
Bernard Hinault tornou-se no 3º ciclista mundial (2º francês), depois de Jacques Anquetil (França) e Eddy Merckx (Bélgica) a vencer, por 5 vezes, a Volta à França, num total de 9 participações no Tour (entre 1978 e 1986).
Bernard Hinault é, aliás, um dos ciclistas que possui um dos melhores "palmarés" da História do Tour, senão vejamos: além dos 5 triunfos na prova (só o americano Lance Armstrong tem mais vitórias, 7 no total), Hinault vestiu a maillot jaune durante 78 dias (2º ciclista que andou mais dias de amarelo, atrás de Merckx, com 96); venceu 7 etapas numa mesma edição (1979) do Tour (apenas 4 ciclistas venceram 8 etapas numa só edição); venceu 28 etapas (2º ciclista com maior número de etapas ganhas na prova, atrás de Merckx, com 34).
Bernard Hinault venceu, por 10 vezes, as 3 "Voltas" mais importantes do calendário velocipédico mundial: 5 triunfos no Tour (1978, 1979, 1981, 1982 e 1985), 3 triunfos no Giro (1980, 1982 e 1985) e 2 triunfos na Vuelta (1978 e 1983).
Em 1984 e 1986, Hinault foi 2º classificado no Tour, ficando, portanto, apenas por duas vezes, fora do pódio, em 9 presenças, facto este que demonstra, de forma indiscutível, a sua enorme apetência e vocação para a mais dura e importante prova do ciclismo mundial.
Como se pode também verificar, Hinault conseguiu a proeza de vencer a Volta à França e a Volta à Itália duas vezes no mesmo ano (1982 e 1985). O ciclista francês foi, ainda, Campeão do Mundo de Estrada, em 1980 (Sallanche, França) e conquistou o 3º lugar em 1981 (Praga, ex-Checoslováquia).
Bernard Hinault era, de facto, um ciclista completo e de uma regularidade impressionante, tipo "todo-o-terreno", sendo tão bom rolador, como trepador ou contra-relogista. Na verdade, foi a grande capacidade revelada, em provas por etapas, na montanha e, sobretudo, no contra-relógio, que fizeram de Hinault um dos maiores ciclistas de todos os tempos, pertencendo ao grupo restrito (top five), dos melhores corredores de sempre, na companhia de Eddy Merckx, Lance Armstrong, Jacques Anquetil e Miguel Indurain (Espanha).
Ao longo de uma carreira profissional que durou 12 anos, e na qual ganhou tudo o que havia para ganhar, no que diz respeito a todo o tipo de provas velocipédicas, incluindo as "clássicas de um dia" (por exemplo, Paris-Roubaix, Volta à Lombardia, Volta à Flandres, Milão-San Remo), Hinault alcançou um total de 250 vitórias!
Em Novembro de 1986, então com 32 anos, Bernard Hinault deu por encerrada uma brilhante carreira de ciclista, porém, não se desligou do ciclismo, pois passou a integrar os quadros da organização da Volta à França, a sua prova de eleição e a "menina dos seus olhos"!

Um comentário:

Rui Moura disse...

Nunca fui um fã absoluto dele, mas conseguiu proezas notáveis.

Abraços botafoguenses e leoninos!